Padre Zezinho reage à Globo em defesa da família brasileira. Beijo na boca e carícias íntimas entre pai e filha no BBB da Globo motivaram a reação do padre. Confiram:

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Notícias

O cantor e compositor José Fernandes de oliveira, conhecido no mundo cristão como Padre Zezinho, reagiu nas redes sociais as cenas apresentadas pela Rede Globo de Televisão, no último BBB 2018.

Natural da cidade de Machado-MG e radicado paroquialmente no estado de São Paulo, Padre Zezinho possui mais de 500 músicas, tendo dado iniciado as suas composições em 1964 e a carreira de cantor em 1967. Confira as palavras do líder religioso:

Se querem diálogo, dialoguemos. Se querem confronto, no confrontemos.

A Globo não tem medo de nós e nós também não temos medo da Globo.

Não sei se você percebeu, mas o conflito e a ojeriza que se instalou entre a família tradicional e a família “mutante e avançada” foi causado pelos novelistas da Globo.

A Globo ganhou rios de dinheiro com as audiências que os novelistas lhe deram. E eles foram ficando cada dia mais ousados.

Quando veio a reação, lenta, mas inquietante para quem moveu bilhões de $$$, a Globo não sabe como voltar atrás.

O SBT, a RECORD e a BANDEIRANTES, não porque sejam mais respeitosas em outros programas, mas porque nas suas entrevistas e outras mensagens defendem a família tradicional, estão carreando para si a audiência das famílias feridas na sua autoridade, na sua fé e nos seus conceitos de homem, mulher e filhos.

Foi e continua sendo uma guerra de conceitos. E os novelistas, na sua maioria, vestiram a camisa da Globo; e, com exceção de alguns artistas, a Globo vestiu a camisa e a nudez dessas novelas.

Quando levaram o debate para auditórios entre o que é “avançado” e o que é “tradição”, o conflito atingiu os artistas, porque estes agora já não estavam representando o que os novelistas escreviam, mas sim defendendo, como artistas, as suas próprias ideias. Sobrou para os artistas.

Agora, o povo religioso – são milhões, mais do que a audiência da Globo – distingue entre deputados, artistas e diretores sérios e os inimigos de pais, mães, filhos e família.

Se o conflito persistir, não haverá governo para subsidiar as perdas deste canal!

Se existe uma coisa que um canal de TV teme é a perda de audiência e de anunciantes. E acho que é isso que vai acontecer quando as igrejas baterem de frente contra essas mensagens que as desrespeitam.

A Globo está perdendo o coração e a cabeça do povo!

Perdendo muito. Não adianta dizer que chegam a 100 milhões de telespectadores. As igrejas chegam a 180 milhões, embora nem todos frequentem. E nem os 100 milhões são fanáticos pela Globo.

Duvido que os atuais novelistas sejam capazes de mudar os seus temas e o excesso de erotismo e sexo que tanto incomodou as famílias nestes últimos vinte anos!

Se querem diálogo, dialoguemos. Se querem confronto, confrontemos.

Não é a modernidade contra o passado: são 4 mil anos de fé judaica e cristã contra o ateísmo de quem acha que pai e mãe não têm mais poder.

A babá-TV está perdendo o seu charme.

Religiosos de todas igrejas, divulguem isso: vocês têm força. Nós temos força! Cansamos de ver sem reagir!

Pe. Zezinho

Motociclistas patoenses participam de moto culto no estado de pernambuco

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Notícias

Depois da participação no 17º Encontro de Motociclistas, realizado em Afogados da Ingazeira, cidade localizada no interior pernambucano, o motoclube patoense Asas da Alva, considerou o trabalho de forma bastante positiva.

O encontro, que contou com a presença de grupos de motociclistas de todo o Brasil, recebeu na oportunidade o apoio logístico da Igreja Batista Vida Plena, com sede naquele Município e na cidade de Marília, no estado de São Paulo, onde conseguiu programar as atividades.

De acordo com Jairo Nogueira, membro da Primeira Igreja Batista de Patos e representante do Motoclube Asas da Alva, o evento aconteceu de 18 a 21 deste mês, pode ser considerado bastante positivo.

“Realizamos um evangelismo entre as várias tribos urbanas de motociclistas que marcaram presença na programação, além de um Pit Stop pelas ruas da cidade, anunciando a Palavra de Deus”, explicou.

Também como parte da programação, foi realizado um Moto Culto no palco central, momento em que um número maios de motociclistas foram alcançados pela mensagem do evangelho. “Missões entre tribos Urbanas-Um projeto de Deus entre nós”, concluiu.

Restaurante Abanos em breve irá dispor de churrascaria

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Notícias

Localizado a Avenida João Olinto, 280, bairro Brasília, em Patos, o restaurante Abanos em breve estará oferecendo uma nova estrutura a sua clientela, com a inauguração do Restaurante e Churrascaria A Toca.

Os trabalhos tiveram início nesta segunda quinzena de janeiro, na área anexo onde hoje funciona o Abanos, e visam oferecer em breve, um amplo espaço para a família patoense, que poderá servir-se de um cardápio saboroso e de um ambiente bastante agradável.

De acordo com o empresário Deuzimar Ferreira da Silva, (Deuzinho), as novas instalações irão dispor de música ao vivo, parque infantil, cardápio variado e uma petiscaria capaz de atender todo tipo de preferência. “Estamos ampliando as nossas instalações para que possamos oferecer o que temos de melhor não só a Patos mas a toda a região”, disse.

Deuzinho informou também que a inauguração do novo restaurante está prevista para o primeiro trimestre desse ano e que mesmo durante a obra, o Abanos continuará em pleno funcionamento. “A nossa expectativa é bastante positiva para o ano de 2018, pois devemos ter uma maior recuperação do nosso comércio”, finalizou.

Ação Evangélica continua inscrições e já tem programação definida para o 39º Retiro de Carnaval

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Notícias

Com o Tema: “O Compromisso Com Missão Integral Continua”, baseado em Isaías 6.8 que diz “Eis-me aqui, envia-me”, a igreja ação Evangélica estará realizando na Reserva Ecológica Verdes Pastos, o seu 39º Retiro de Carnaval.

A programação esse ano terá início no sábado, 10 de fevereiro, finalizando na quarta-feira, (14/02), quando membros da ACEV-Patos e das demais congregações da região, estarão participando do evento. As inscrições custam R$ 130,00 (Cento e Trinta Reais) e já podem ser feitas junto a Comissão Organizadora, que tem expectativa bastante positiva em relação a presença de membros não só de Patos, mas de toda a região.

“Estamos com dificuldades de abrir espaço para visitantes, pois a participação de jovens da região deve ser bastante intensa”, disse o pastor John Medcraft, presidente da ACEV.

De acordo com Medcraft, a programação representa uma oportunidade importante para trabalhar na igreja, o compromisso missionário que precisamos ter nos dias atuais. “Precisamos proteger o nosso povo de um ambiente cercado de orgias e prazeres, oferecido pela sociedade durante esse período”, afirmou.

A programação será aberta com uma palestra do pastor Wostenes, da ACEV de Campina Grande, que ministrará sobre a temática: “O que é e o que não é Missão Integral? Como você pode viver Missão Integral na sua igreja? “Eis-me aqui, Senhor, envia-me a mim” e segue no domingo pela manhã com a missionária Gleydice, da ACEV Campina Grande, que estará falando sobre: Louvor e expressões artísticas e culturais como parte da missão integral. Onde você se encaixa nisso?

Na noite da terça-feira, (13/2), será a vez do pastor Rafael, da ACEV-Teixeira, falar sobre a temática: O jovem pastor implantando igrejas e praticando evangelismo em missão integral. Onde você se encaixa nisso?. Confira a programação completa:

                             

Pastor do Grupo Missionários em Ação ministra em Patos e fala sobre a evangelização de índios no litoral paraibano

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Notícias

Em recente passagem pela cidade de Patos, oito componentes do Grupo Missionários em Ação ministraram a palavra de Deus na igreja Missão Restaurar Vidas-MRV, durante a celebração do culto da família.

A visita aconteceu a convite do pastor José dosa Santos Mota e foi de forma não programada, após uma parada em Patos provocada por problemas no transporte que os conduzia a cidade maranhense de Barra do Corda, localidade onde realizarão um projeto evangelístico.

O grupo, fundado em João Pessoa no ano de 2008, é formado por cerca de vinte profissionais liberais de várias atividades e tem conseguido acesso a algumas aldeias indígenas no litoral paraibano.

A visita é feita sempre ao lado de alguém da comunidade ou mesmo de um pastor da aldeia, o que representa o resultado de um índio convertido ao evangelho. “Nunca é fácil evangelizar índios, mas tem sido um desafio cumprido”, explicou.

O reverendo também disse que as comunidades indígenas estão restritas ao litoral paraibano, mas depois de muita resistência, o evangelho tem chegado até esses locais. “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura. O índio tem sua cultura, mas precisam de Deus”, enfatizou.

Durante a pregação, pastor Kleber explicou a igreja os principais compromissos do grupo, que são: A união dos evangélicos; O despertamento missionário da igreja local e a preparação para ir a lugares de difícil acesso ao evangelho.

Segundo o pastor, existem em todo o Nordeste, algo em torno de 10 mil povoados que ainda carecem de evangelização, o que exige da igreja um maior despertamento. “Nós nos automantemos para ir onde normalmente a igreja não vai”, explicou.

Em 3 de agosto de 2008, o grupo realizou o seu primeiro projeto missionário realizado no Município Deputado Irapuan Pinheiro-CE, em 3 de agosto do mesmo ano.

De lá para cá, o objetivo tem sido a realização de projetos missionários em várias comunidades do Nordeste, visando a implantação de igrejas através de trabalhos sociais com crianças e famílias dessas localidades.

Também com atividades profissionalizantes, a exemplo do projeto Anzol ao invés de Peixe, Missionários em ação realizou atividades não só no Nordeste, mas também no estado do Pará. O grupo passou o fim de semana em Patos, ficando com suas instalações nas dependências da MRV, de onde saiu com destino ao Maranhão, transportando algumas cestas básicas e produtos para a realização de atividades sociais.