Valor de R$ 954 não recompõe poder de compra do salário mínimo, afirma Dieese

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Geral

O valor definido para o salário mínimo deste ano, de R$ 954, não recompõe o poder de compra do brasileiro, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O aumento de 1,81% em relação ao valor que vigorava no ano passado ficou abaixo da inflação medida pelo Índice de Preços Consumidor (INPC), de 2,07%.

“É necessária a revisão do reajuste anunciado, de modo a devolver ao salário mínimo o poder de compra do início do ano passado”, diz o Dieese em nota.

Segundo indica a pesquisa, o valor do salário mínimo de 2018 voltou ao nível de 2015, quando valia R$ 953,87.

Considerando-se o reajuste de R$ 17 de 2017 para 2018 e a quantidade de benefícios atrelados (cerca de 22 milhões) haverá um aumento de R$ 381.786.442 nos gastos previdenciários, o que corresponde a menos de 1% do total gasto com os benefícios pagos pelo país.

Cestas básicas

De acordo com o Dieese, o salário mínimo de R$ 954 é suficiente para comprar 2,24 cestas básicas no valor de R$ 425. Esta é a maior relação estabelecida entre salário mínimo e cesta básica em toda a série histórica analisada e deve-se à queda dos preços dos alimentos que compõem a cesta no período analisado.

O Dieese entende que o valor do salário mínimo de 2018 deveria ser de R$ 957,36, de forma a compensar a perda acumulada nos dois últimos anos.

Regra para salário mínimo

A atual fórmula de correção do mínimo leva em consideração a variação do INPC e o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. No caso de 2018, portanto, foi somado o resultado do PIB de 2016, que foi de queda de 3,6%, com o INPC de 2017. Como o resultado do PIB de 2016 foi negativo, o reajuste do salário mínimo é feito apenas pela variação do INPC. Ao anunciar o reajuste de 1,81% no final do ano, o governo usou apenas uma estimativa de variação do índice, cujo percentual exato só foi divulgado nesta quarta-feira e ficou acima do previsto.

O reajuste do mínimo é feita com base em uma estimativa porque o novo valor do mínimo precisa começar a valer no primeiro dia de cada ano, antes, portanto, do anúncio do INPC fechado.

Em nota divulgada nesta quarta, o Planejamento destaca que o reajuste concedido em janeiro 2017, mesmo tendo ficado abaixo do INPC do ano anterior garantiu “alta real de 4,32% no salário mínimo”, em razão da alta nominal de 6,48% ter superado a variação do INPC em 2017 (2,07%). “Tal fato contribuiu para a expansão da renda das famílias e para a recuperação do crescimento econômico”, acrescentou. A regra atual para correção do salário mínimo vale somente até 2019.

Independente da polêmica, o valor do salário mínimo está distante do valor considerado como “necessário”, segundo cálculo do Dieese. De acordo com o órgão, o mínimo “necessário” para suprir as despesas de uma família de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência deveria ser de R$ 3.856,23 em dezembro de 2017.

Fonte: Dieese

Zidane se nega a falar em crise no Real: “É um mau momento e nada mais”

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Geral

A derrota para o Villarreal, no estádio Santiago Bernabéu neste sábado expôs o período de maior dificuldade de Zidane como técnico do Real Madrid. Após o jogo, o treinador compareceu à entrevista coletiva obrigatória e se negou a falar em crise, insistindo que se trata apenas de uma fase.

- Muitos dizem que é falta de sorte. Tentamos de todas as formas. Não tenho explicações. Vamos acabar com isso, não sei se na quinta ou no domingo, mas temos que seguir pensando que o futebol é assim. Tivemos muitas coisas boas, mas agora estamos passando por um momento duro. É um mau momento e nada mais – disse.

Para mudar o cenário, o Real Madrid enfrentará em sequência o Leganés, pelas quartas de final da Copa do Rei, fora de casa, e o Deportivo La Coruña, no Santiago Bernabéu, pelo Espanhol.

Contra o Villarreal a impressão não foi boa, ainda que tenha finalizado 28 vezes (o goleiro Asenjo fez sete defesas). Ele defendeu seus atletas:

- Tivemos muitas chances para fazer gol. A bola não quer entrar. É uma sequência ruim que tem durado. É difícil também para os jogadores, a quem não posso reprovar nada. É um mau momento e é uma derrota difícil. Não merecemos hoje. Dentro do negativo precisamos buscar o positivo: temos um jogo na quinta para mudar isso. É complicado, mas é o que temos.

Divulgação do resultado do Enem é antecipado para 18 de janeiro

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Geral

O Ministério da Educação antecipou em um dia a divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. A partir de 18 de janeiro os estudantes poderão consultar os resultados individuais na Página do Participante, na internet. A nova data foi divulgada nesta sexta-feira (12) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

É necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no Enem. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Os resultados dos participantes com menos de 18 anos, comumente chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações. O acesso ao espelho de correção é uma forma de o participante saber como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pela prova.

Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Fonte: Agência Brasil

Chove em Patos e alguns municípios da região. Confira a situação dos mananciais que abastecem o sertão

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Geral

Chuvas, raios e trovoadas, marcaram a noite desta segunda-feira, 8/1, em Patos e alguns municípios do sertão paraibano. A chuva ocorreu pouco antes das 19:00 horas, com intensidade média e durou alguns minutos, embora não fosse possível saber com precisão o índice pluviométrico registrado. Depois de uma parada, foram registradas chuvas de pouca intensidade em alguns bairros, até por volta das 22:00h.

Segundo informações colhidas através das redes sociais, a noite também registrou chuvas em Santa Terezinha e catingueira, esta com forte precipitação, bem como na cidade de Malta, localizada na divisa Norte de Patos.

Na noite do último domingo, 7/1, os registros foram de 7mm, segundo informações da secretaria de Agricultura do Município de Patos. Confira o atual volume dos mananciais que abastecem Patos e região.

Jatobá: (seco)

Barragem da Farinha: 200.515, em 28/12/2017: (desativado)

Capoeira: 3.143.970, ou 5,88% do total;

Coremas: 23.243.298, em 8/1/2018 (4,01);

Mãe Dágua: 16.920.332, em 8/1/2018 (2,98%).

Genival junior

Começam inscrições para o Prêmio Sesc de Literatura

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Geral

As inscrições para a edição 2018 do Prêmio Sesc de Literatura começam nesta segunda-feira (8), e vão até o dia 16 de fevereiro. O concurso nacional é aberto a autores inéditos, nas categorias conto e romance, tendo como premiação a publicação e distribuição dos livros vencedores pela Editora Record. Interessados devem acessar o site www.sesc.com.br/premiosesc, onde estão disponíveis o edital e o formulário de inscrição.

Em sua 15ª edição, o Prêmio Sesc de Literatura já revelou ao mercado literário 25 novos autores. Além da publicação do livro, os vencedores participam de diversos eventos do Sesc, como cafés literários no Sesc Paraty durante a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e bate-papos entre autores pelo projeto Arte da Palavra, que circula por todo país. O concurso cumpre um importante papel na área cultural, proporcionando uma renovação no panorama literário brasileiro.

Para participar, o candidato deve acessar a internet para preenchimento do formulário de inscrição e inserção de sua obra digitalizada. O autor pode concorrer nas duas categorias – conto e romance – desde que tenha obras nunca publicadas em ambas, inclusive em plataforma online. Neste caso, as inscrições são realizadas separadamente.

Todos os trabalhos são submetidos à avaliação das comissões julgadoras, compostas por escritores, especialistas em literatura, jornalistas e críticos literários definidos pelo Sesc. Os vencedores serão anunciados em junho de 2018. Informações adicionais podem ser obtidas junto à organização do Prêmio pelo e-mail literatura@sesc.com.br.