OMEB DEFINE DATAS DO jESUS É BOM DEMAIS

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Eventos

As igrejas evangélicas de Patos definiram para o período de 13 a 16 de junho, AS comemorações do nono ano do evento Jesus é Bom Demais, que será realizado no centro de Patos.

Na data de abertura dia 13 de junho, o evento contará com a participação do grupo Logos, com sequência programada para o dia 14, com a apresentação do grupo Os Cabras de Cristo, da cidade de Natal-RN.

No dia 15 de junho, o Jesus é Bom demais segue com o cantor Davi Sasser, e se encerra no dia 16 com a banda Salvação e Sal da Terra.

Na última sexta-feira, 30/03, a programação foi discutida na sede da ACEV Social, quando aconteceu a reunião da Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil, (OMEB), que contou com a presença do Prefeito Nabor Wanderley.

Além do pastor John Medcraft, presidente da OMEB-Patos, e da igreja Ação Evangélica, do prefeito Nabor Wanderley e do Vereador Sales Júnior, estiveram presentes os pastores Rivaldo Gomes(Segunda Igreja Presbiteriana); Jairo Pinheiro(Assembleia de Deus-Ministério Madureira); Hugo Ramalho e Miss. Elaine(Ig. Presbiteriana Independente); Joana Darcd, (Igreja do Nazareno); Verilânia Delfino(Assembléia de Deus-Paraíba), além do cantor Cícero Lima.

Na oportunidade, foi apresentado ao prefeito Nabor Wanderley, o orçamento geral do evento, que por sua vez se comprometeu a liberar a ajuda conforme a disponibilidade de recursos do orçamento municipal.

De acordo com o prefeito Nabor Wanderley, as igrejas evangélicas tem cumprido um papel social importante em Patos, e tudo o que estivar ao alcance do município, será assegurado para a realização do evento.

O pastor John, presidente da OMEB, considerou como importante a parceria com o município, levando em consideração, o trabalho das denominações na propagação do evangelho em Patos e na região.

A próxima reunião da OMEB vai acontecer no dia 27 deste mês, na sede da ACEV Social, localizada a Rua do Prado, centro de Patos.

Evangélicos discutem problemas sociais em JP

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Eventos

Um Congresso evangélico está discutindo em João Pessoa, a realidade das drogas e assuntos ligados a sexualidade.

O evento, promovido pela  JUVEP, no Espaço Gospel, localizada na Avenida Rui Carneiro, s/n, em João Pessoa, vai discutir até o próximo sçabado, assuntos como transformação social, sexualidade, o papel do esporte, entre outros, visando um maior envolvimento das igrejas evangélicas nas questões sociais e nos problemas da nossa sociedade. Esses são temas que estão sendo discutidos no Congresso.

Ao todo são mais de 50 momentos distintos na programação e mais de 20 palestrantes vindos de diversas partes do país, a exemplo de Russell Shedd, Henrique Terena, Marcos Amado, Aurivan Marinho, Marcos Grava, Adauto Lourenço, Barbara Burns, Igor Shimura, Rozangela Justino, Joyce-Clayton, Durvalina Bezerra e Walter Fechinghaus, entre outros. A programação constará de diversos eventos. Pelas manhãs, Encontro de Pastores e Líderes, Encontro de Mulheres e Encontro de Jovens. Nas tardes serão promovidos diversos cursos. Além de vários seminários espalhados em diversas igrejas da cidade. E nas noites acontecerão as grandes celebrações ao Senhor no Espaço Gospel.

O participante do congresso desfrutará ainda de uma área de stands onde terá a oportunidade de conhecer diversas iniciativas evangélicas através das várias agências missionárias do Brasil que se farão presente, enriquecendo ainda mais o evento. Dentre algumas que estão confirmadas temos: ALEM, WEC Brasil, MEAP, Asas de Socorro, SAM, Portas Abertas, Missão Base, Missão Betânia, Missão Desafio, Desperta Débora, entre outras.

  Que é a Juvep   A Juvep é uma missão evangélica interdenominacional, fundada em 1981, reconhecida de utilidade pública municipal e estadual, e que conta com o apoio de diversas denominações evangélicas. Entre outras ações, a Juvep dedica-se à evangelização, plantio de igrejas no sertão, ao ensino teológico e missionário e a projetos sociais.   Ao longo de sua história a Juvep tem realizado vários eventos de médio e grande porte, tais como, o Congresso Sertanejo de Evangelismo (Caruaru – 1995), o I Congresso Nordestino para Pastores e Líderes (João Pessoa – 2004) e o I Encontro de Pastores e Líderes do Sertão (Sousa – 2005), e desde 2010 tem realizado o Congresso Juvep em nossa cidade, cuja realização conta com o apoio da Associação de Pastores Evangélicos da Paraíba (APEP), da Primeira Igreja Batista de João Pessoa e outras igrejas da cidade. Da redação com PBagora.com.br

O que é a semana santa para os evengélicos?

Escrito por .::Boas Novas PB::. em .Postado em Eventos

Ao contrário do que ocorre entre os católicos, a Igreja Evangélica não altera a sua programação devido ao período de Páscoa, nem estabelece um cronograma específico para a Semana Santa.   No entendimento dos evangélicos, é necessário que o sentido da pascal seja debatido constantemente entre os cristãos.     Apesar de lembrar do período, os únicos eventos que ocorrem durante a Semana Santa são retiros de jovens, assim como os que são realizados no período de carnaval. O sentido bíblico da páscoa, no entendimento dos que fazem a Igreja Evangélica, vem sendo desvirtuado pela mídia e por grande parte da população cristã.   “Infelizmente, grande parte das pessoas só lembra da páscoa como o tempo do ovo de chocolate, do coelho, mas esquecem o martírio, a morte e a ressurreição de Jesus. Na Igreja Evangélica, mensalmente é celebrada a ceia para rememorar tudo isso, e não apenas no período de páscoa, que não tem uma programação específica para nós”, explicou o pastor Marcos Kleber, da Assembléia de Deus de Candelária.   Outro fato que difere a Igreja Evangélica da Católica são os costumes da sexta-feira da Semana Santa. Os evangélicos não deixam, especificamente, de comer carne no dia. Segundo o pastor Marcos Kleber, o jejum é algo muito pessoal e não há um dia específico para abdicar de algo que goste para relembrar o martírio de Cristo.   “Não há nada escrito na Bíblia que impeça de comer carne. O jejum é algo muito pessoal, é quando você se abstém de algo que faz parte de seu cotidiano”, explicou.